RSS

Blog

Nutrição aplicada à Prevenção e ao Tratamento da Lipodistrofia Ginóide - “Celulite”

 

A lipodistrofia ginóide, popularmente conhecida como “celulite”, trata-se de uma desordem estética comum no sexo feminino, acometendo de 85 a 98% das mulheres pós-púberes. Esta desordem afeta a derme e hipoderme, com alterações vasculares e formação de fibroses, podendo gerar desconforto e dor quando em graus avançados. 

Schunck et al, em um estudo clínico duplo-cego e controlado com placebo, investigaram a eficácia dos peptídeos de colágeno hidrolisado. Avaliaram a ondulação da pele, a densidade dérmica e o comprimento da borda subcutânea em mulheres acima do peso e com peso normal. O tratamento com o colágeno levou a uma diminuição estatisticamente significativa no grau de celulite e a uma menor ondulação da pele nas coxas em mulheres com peso normal. Além disso, a densidade dérmica foi significativamente melhorada em comparação com o placebo. 

A suplementação dietética com péptidos de colágeno demonstrou um efeito particularmente estimulante no metabolismo celular dérmico, melhorando a biossíntese das proteínas da matriz extracelular e, conseqüentemente, restaurando a estrutura dérmica. Acredita-se que o colágeno atua na melhora do sistema linfático, ajudando o fluxo da linfa e, com isso, a carregar mais facilmente as toxinas. Além disso, o colágeno também garante melhor elasticidade e hidratação da pele.

 

Proksch, E. Oral Intake of Specific Bioactive Collagen Peptides Reduces Skin Wrinkles and Increases Dermal Matrix Synthesis; Skin Pharmacol Physiol, 2014